terça-feira, 26 de abril de 2022

FACHADA DA BIBLIOTECA DE CELSUS


Continuando a visita a EPHESUS 

descubro que foi considerado e registado 

- PATRIMÓNIO MUNDIAL pela UNESCO - 

WORLD HERITAGE a 5 de Julho de 2015 


EPHESUS foi uma das Sete Igrejas da Ásia 

citadas no livro bíblico do APOCALIPSE

 


e, lá andam milhares de turistas passeando-se 

por entre estas colunas e estátuas 

tãoooooo antigas 



aqui texto e esboço 

do Templo do Imperador Adriano 




duas imagens que consegui captar 

do Templo do Imperador Adriano



eu no meio de mais escavações 

e ao fundo a famosa Biblioteca de Celsus



encontrei estas sanitas nas escavações


caminhando...

 ia aproximando-me da Biblioteca de Celsus

foi construída para abrigar um total de 12.000 pergaminhos 

e também ficou conhecida por ser o local onde os restos mortais 

do ex-senador romano foram enterrados

 Tiberius Julius Celsus Polemaeanus 



aqui estou eu para memória futura



a fachada completamente restaurada 

é agora a actual estrutura que pode ser encontrada

ao visitar o local e este monumento - Biblioteca de Celsus





também vi um anfiteatro romano



outra imagem para memória futura



 

11 comentários:

  1. Uma das maiores atrações para visitar na antiga cidade de Éfeso é a Biblioteca de Celso.
    Ela foi construída para abrigar um total de 12.000 pergaminhos e também ficou conhecida por ser o local onde os restos mortais do ex-senador romano Tiberius Julius Celsus Polemaeanus foram enterrados.
    A biblioteca foi construída por seu filho, o ex-cônsul dos romanos, Gaius Julius Aquila
    A construção começou aproximadamente no ano 117 DC e foi concluída por volta do ano 120 DC.
    Celso foi enterrado por baixo da biblioteca, junto à sua entrada, onde a estátua de Atena, a deusa da sabedoria, se encontra. A fachada completamente restaurada é agora a atual estrutura que pode ser encontrado ao visitá-la.
    A construção, de excelente mármore, localiza-se no fim da Rua dos Curetes, em Éfeso,
    e abrigava uma biblioteca de 12.000-15.000 livros (rolos de papiro),
    além da tumba do Senador Tiberius Iulius Celsus Ptolemaeanus, governador romano (Procônsul)
    da província da Ásia, morto em 117. O edifício foi erguido em sua homenagem pelo filho, Tiberius Iulius Aquila. A construção começou logo depois de 117 e foi terminada em data ignorada, talvez 130 ou 150, pelos sucessores do filho de Celsus.

    ResponderEliminar
  2. A magnífica fachada, com 21 metros de largura e 16 metros de algura, é dominada por pares de colunas com capitéis de estilo predominantemente coríntio, que sustentam entablaturas suntuosamente ornamentadas em relevo
    De cada lado da escadaria, incrições em grego e latim descrevem a vida de Celsus.
    Quatro nichos delimitam três enormes portais encimados por "janelas".
    Os nichos continham estátuas femininas que representavam as virtudes de Celsus:
    sabedoria (gr. σοφία),
    conhecimento (gr. ἐπιστήμη),
    inteligência (gr. ἔννοια)
    e virtude (gr. ἀρετή).
    As estátuas que ocupam atualmente os nichos são simples cópias; as originais estão em Viena.

    O interior mede 10,9 por 16,7 metros e a galeria principal foi especialmente construída para guardar e preservar os livros, pois as paredes são duplas e separadas por um corredor.
    Os rolos eram guardados em nichos escavados ao longo das paredes internas, recobertas de mármore, sem contato direto com a parede externa.

    ResponderEliminar
  3. A Biblioteca foi queimada pelos godos em 262 e, no século X, um terremoto pôs abaixo a fachada.
    O sítio foi escavado entre 1895 e 1904 e o que se vê hoje é o resultado da meticulosa e competente restauração efetuada pelo Austrian Archaeological Institute entre 1970 e 1978.

    Quando visitar a biblioteca, a impressionante fachada da estrutura vai recebê-lo.
    A fachada tem 2 andares projetados com colunas em estilo coríntio em todo o piso térreo,
    bem como as três entradas do edifício.
    No andar de cima, você pode encontrar 3 janelas que possuem uma excelente vista frontal,
    algo que o obrigará a olhar para fora sempre que visitar o local.
    Para fazer com que o tamanho da fachada pareça maior do que realmente é, os construtores utilizaram um truque óptico impressionante em que as colunas usadas nas laterais, são mais curtos do que os das colunas usadas no centro.

    Todas as estátuas colocadas sobre as colunas de hoje são apenas as cópias dos originais que agora são exibidos no Museu de Éfeso, em Viena. As quatro estátuas encontradas nas colunas são:

    Sophia pela sabedoria
    Episteme pela conhecimento
    Ennoia pela inteligência
    Arete pela valentia

    Essas representações das estátuas retratam as virtudes praticadas por Celso em toda a sua vida.
    Com essas representações simples em mente, não há dúvida de porque esta biblioteca é considerada como uma das bibliotecas mais ricas do período antigo.
    Esta biblioteca está entre as bibliotecas de renome mundial dos tempos antigos, como Pérgamo e Alexandria.

    ResponderEliminar
  4. Fotos magistrais, fascinantes de ver. O meu elogio
    .
    Deixando um abraço.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  5. Adorei mais esse passeio e tanto, mas tanto a ver e aprender por lá! Valeu! beijos, chica

    ResponderEliminar
  6. Querida Tulipa, maravilhosa postagem, concluída em 120 DC, que fantástico deve ser ver esse tesouro da humanidade ao vivo!!!
    Muito obrigada pela maravilhosa partilha, querida.
    Antes de postar o comentário, vi 3 vezes, antes de sair darei mais um passeio.
    Beijinho, uma feliz semana.

    ResponderEliminar
  7. Como estarão nestes tempos de pandemia é a minha grande dúvida.
    Beijinhos

    ResponderEliminar


  8. Adoroooooooooooooooo viajar , nem que seja por belas fotos como estas!


    Grato abraço por estes momentos

    ResponderEliminar
  9. Visitando a História da Antiguidade, com monumentos mais ou menos preservados. Gostei muito.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  10. Um verdadeiro privilégio poder viajar através das suas formidáveis imagens, Ester!
    Grata por mais uma publicação profundamente enriquecedora!
    Beijinhos! Votos de tudo a correr pelo melhor com a sua mudança! Tudo de bom!
    Ana

    ResponderEliminar