terça-feira, 8 de fevereiro de 2022

ÉFESO - UM DOS MAIORES MUSEUS ARQUEOLÓGICOS DO MUNDO AO AR LIVRE


ÉFESO 

DESCOBRINDO AS RUÍNAS 

DE UMA DAS MARAVILHAS 

DO MUNDO ANTIGO 

assim foi logo pela manhã a visita às ruínas, 

nesta imagem é onde se faziam os banhos termais 

e também havia um ginásio, pode ler-se 

na placa abaixo que também fotografei



é como se fosse uma visita a um Mundo 

que não vivi, nem eu nem muitos dos meus antepassados

Havia já alguns grupos visitando 


posso garantir que é difícil captar uma imagem 

como a debaixo, pois há sempre gente aos montes 

mas tive mesmo que fugir e fazer o click

gosto muito do resultado


entre terramotos e invasões, 

a cidade foi reconstruída quatro vezes, 

não é necessário um olhar de especialista para perceber 

que ÉFESO foi esculpida à mão, 

obra do talento dos povos antigos 

e destino imperdível para os turistas que gostem 

de conciliar HISTÓRIA nas suas viagens pelo MUNDO!



em 2015 ÉFESO entrou para a Lista dos 

PATRIMÓNIOS DA HUMANIDADE DA UNESCO 

(mais 1 que visitei)como um exemplo marcante 

de cidade portuária romana



enquanto o "nosso Guia" ia explicando ao Grupo 

tudo o que interessava saber, este gato impávido e sereno 

assistia à explicação...encontrei vários gatos nestas ruínas

Com atenção, todos ouviam a história contada pelo Guia




autênticas "obras de arte" 

espalhadas pelas ruínas à espera de serem colocadas 

no seu lugar, quando reconstruírem a cidade



mais uma placa em que podemos ver 

que indo para a direita 

chegaremos à BIBLIOTECA DE CELSOS

que adorei conhecer e mostrarei no próximo post



outro gato que serenamente descansa 

em cima de uma coluna do antigamente



a beleza é o destaque da VIA ARCADIANA 

na qual podemos ver vários grupos visitando 

estas ruínas, todos interessados nas explicações 

dos Guias que nos acompanhavam e lá bem ao fundo, 

já se vê um pouco da BIBLIOTECA de CELSOS



para os interessados em HISTÓRIA 

nos comentários deixarei algumas explicações

17 comentários:

  1. As escavações que revelaram as espetaculares construções de Éfeso começaram no século XIX.
    Durante muitos anos os itens foram retirados e levados para o Museu Britânico
    e depois para um Museu de Éfeso em Viena até que, após a declaração da república turca, em 1923,
    proibiu-se a saída dos itens do país.
    Hoje, estátuas e fragmentos de adornos da cidade podem ser vistos no Museu Arqueológico de Éfeso,
    que fica no centro da cidade de Seljuk.
    As ruínas são a céu aberto!

    Se não bastassem as atrações dessas belíssimas cidades do ex-antigo Império Otomano,
    o país turco guarda, ainda, um grande tesouro da humanidade: as ruínas da cidade de Éfeso.

    Por muito tempo, essa foi a segunda cidade mais importante do Império Romano,
    também de grande relevância para o mundo pagão e referência na difusão do cristianismo.

    ResponderEliminar
  2. Um dos maiores museus arqueológicos do mundo ao ar livre, localizado na parte ocidental da Ásia menor,
    na região de Anatólia, próximo ao Mar Egeu, a cidade de Éfeso foi construída por volta de 1000 a.C. pelos gregos. As escavações na região onde se localiza a cidade começaram há 100 anos
    e, segundo arqueólogos, apenas 25% foram redescobertos.

    As ruínas possuem duas entradas, uma no alto, perto da Ágora, e outra na parte baixa da cidade.
    Na entrada do portão de baixo ficam os ônibus de excursões e um “mercado”.
    Foi por aqui que entramos. Nesta parte estão também banheiros, mesas para lanche, lojinha e lanchonete.

    A beleza é o destaque da Via Arcadiana, um caminho que era a entrada da cidade para quem chegava pelo mar
    e foi construída para impressionar os visitantes.
    Outro ponto interessante é a ruína da primeira igreja dedicada a Maria.
    poderá ver ainda diversos templos, a ágora, fontes, latrina pública, banho público e uma parte da cidade dedicada a residências.

    Éfeso é um destino incrível na Turquia.
    Uma cidade fundada há 3 mil anos, que abrigava uma das maravilhas do mundo antigo (o Templo de Ártemis)
    e tem uma das ruínas mais interessantes que já visitamos – Éfeso.

    ResponderEliminar
  3. Quando se fala em turismo na Turquia, logo vem à mente suas incríveis mesquitas, palácios, cavernas, passeio de balão pela Capadócia e um comércio enorme e atraente em Istambul.

    Mas o antigo Império Otomano guarda tesouros que valem a pena ser explorados intensamente na sua próxima viagem: as ruínas da cidade de Éfeso e a casa onde morou a Virgem Maria

    Ao visitar as ruínas de Éfeso você se sente mesmo dentro da cidade.
    Pelas fotografias que já tinha visto, achei que iria ver um templo aqui, outro ali, mas não é assim, pois há uma rua inteira com o pavimento original e as ruínas nas margens.
    Além disso, são muitos, muitos prédios para se ver e alguns deles foram restaurados, como a fachada da Biblioteca de Celso, que foi reconstruída na década de 70.

    Além disso, Éfeso também foi importante na história do Cristianismo e, especialmente, para os devotas de Maria de Nazaré. A comunidade é mencionada na Bíblia como uma das 7 igrejas da Ásia menor.
    Por ali passaram os apóstolos Paulo e também João, o evangelista.
    E mais: João teria ido para Éfeso acompanhado de Maria, mãe de Jesus, após a morte desse em Jerusalém.

    Muitos acreditam que uma casa a cerca de 8 km de Éfeso é o local onde viveu a santa católica.
    Em Éfeso foi fundada a 1ª igreja do mundo dedicada a Maria e foi ali, num Concílio Ecumênico em 431
    que a Igreja Católica Apostólica Romana reconheceu a maternidade divina de Maria e a unidade pessoal de Cristo.

    ResponderEliminar
  4. Sem dúvida um autêntico museu ao ar livro. Detalhes fotográficos impressionantes. Deixo o meu elogio.
    .
    Saudações poéticas.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  5. Os tesouros da Turquia que Erdogan quer utilizar para estimular o orgulho pátrio.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Bom dia Tulipa,
    Que local lindíssimo repleto de história.
    Um Museu ao ar livre que me deu imenso prazer visitar através dos seus magníficos olhares.
    Muito obrigada por partilhar estes tesouros.
    Beijinhos e fique bem.
    (Tenhamos esperança em dias melhores).
    Ailime

    ResponderEliminar
  7. Eu sempre adorei História, embora tenha actualmente a consciência de que não as coisas não aconteceram exactamente como nos relatam.

    Aqui nunca estive , mas maravilhei-me com Corinto e Micenas .

    Agradeço-lhe sinceramente ter-me convidado para ver as suas belissimas fotos.

    Grande abraço e continuação de óptimas viagens



    ResponderEliminar
  8. Querida Tulipa, eu adoro História antiga, sempre estou com um livro descobrindo maravilhas. Desci algumas postagens, e eu também fiquei com pena de você não ter visto ( os guias nem falaram ), na piscina de Cleópatra. Também queria ter visto. Essas viagens que você faz eu também gostaria de fazer, eu gosto de saber o início de tudo, é por aí que gosto de cavoucar!
    Querida, me avise das suas postagens sempre, como são muitos blogs que temos dos amigos, eu esqueço de muitos.
    Eu adoro viajar pelo seu espaço!
    Adorei essa, quanta arte, quantos mistérios, quanta beleza!
    Um beijinho, cuide-se bastante, aqui também saímos pouco, as mutações desses vírus aparecem quando menos esperamos.
    Muito obrigada pela partilha.

    ResponderEliminar
  9. Boa noite serena, querida amiga Tulipa!
    Ontem mesmo fui à Igreja velha e passei pelas ruínas da anterior a ela, gosto de memórias e história.
    Seu post está sempre bonito enfeitado com lindas fotos e bem explicado com muito esmero.
    Tenha dias abençoados!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Este teu post é um autêntico poema a uma cidade que no fundo esteve na base da civilização de todos nós. esta sim, deveria ser uma cidade de peregrinação obrigatória para as pessoas de hoje. Porque só compreendendo a história se pode compreender o presente.

    E aas tuas fotos, intercaladas com texto muito bem escrito e bem espalhado pelo post, fazem deste uma autêntica reportagem ao nível das melhores revistas de viagem ou de história.

    Além de toda a informação minuciosa (complementada nos comentários) e de fotos de todos os ângulos, tens aqui verdadeiras obra-primas fotográficas: começo por referir aquela do gato em cima da coluna, uma fotografia ganhadora de um prémio, tal a surpresa e a oportunidade. Uma foto irrepetível com certeza. Também destaco outra vez a do gato mas numa posição relaxante, como se fosse o guardião do templo, é a ideia que me dá.

    Outas fotos têm a ver com a possibilidade de teres fotografado imensos pormenores sem que se vejam pessoas, uma verdadeira página de história, melhor até do que a que vem nos livros. Obrigado. Parabéns.

    ResponderEliminar
  11. Só quem lá esteve percebe na íntegra o teu entusiasmo ao descrever cada foto. Gostava de lá voltar, porque há coisas que não me lembro de ter visto e estão nas tuas fotos. Que são magníficas.
    Continuação de boa semana, querida amiga Tulipa.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  12. Que local fantástico, gostava de visitar.
    As fotos estão espectaculares.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Olá, Tulipa, gostei muito da sua reportagem fotográfica, um lugar que gostaria muito de conhecer, mas já é muito bom fazer esse passeio com você, nessa bela postagem.
    Um bom final de semana, com saúde e alegria.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  14. Não me importava de dar umas voltinhas por aí!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  15. Deveras impressionante esta sua reportagem fotográfica. Gostei de a seguir por esse mundo antigo.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  16. Um museu em permanente reconstrução, pelo que me apercebi... há medida que cada pedacinho deste mundo de outrora, é de novo achado... como dá para ver nos contrastes entre as pedras... e há medida que este puzzle de uma profunda riqueza histórica ganha formas passadas...
    Grata por esta reportagem fotográfica tão enriquecedora, Ester! Que me permitiu viajar através dos seus belos registos!
    Um beijinho! Votos de continuação de uma boa semana e de um mês de Março, o melhor possível, e estimando que tudo esteja bem, aí desse lado!
    Peço desculpa pelo meu atraso... mas desde que a pandemia começou, as minhas rotinas continuam alteradas, e cheias de procedimentos diários de prevenção, que continuam a tomar muito do meu tempo... mas dos quais não dá para abdicar... pois afinal... já estamos com dois anos de pandemia, e sem aqui a minha mãe, ter apanhado muitos sustos de saúde... já eu... levei mais de um mês, a recuperar do meu reforço da vacina em Janeiro... mas nesta altura do campeonato... acho que posso afirmar, já estar pronta para outra...
    Cuide-se bem, Ester! Agora também nos devemos acautelar com a gripe, nestas semanas de dias mais frios... sobretudo, com uma estirpe não contemplada nas vacinas, de quem a apanhou em finais de 2021... do tipo AH3...
    Tudo de bom!
    Ana

    ResponderEliminar
  17. Que belo passeio guiado.
    Um poema feito de imagens, uma viagem no tempo.
    Gostei Tulipa.
    Brisas doces *

    ResponderEliminar