sábado, 3 de julho de 2021

HIERAPOLIS AND THE SOUTHERN BYZANTINE GATE


Ainda em KONYA 

atravesso a rua para o outro lado 

e descubro este espaço que deve ter a ver 

com a história do País ou alguma batalha, 

mas como eu estava sozinha não tive quem me explicasse, 

deram-nos tempo livre para regressar ao autocarro 

e lá fui eu (curiosa como sou...)



captei estes fontanários, 

achei-os diferentes dos nossos


e, através da vedação, espreitei um cemitério, 

que estando junto ao monumento, deve ter a ver 

com as vidas perdidas na batalha




quem me acompanha nos blogues, 

já sabe do meu interesse em visitar 

nas várias partes do Mundo, alguns cemitérios, 

gosto de apreciar a diferença nas culturas dos Povos! 


UM NOVO DIA 

acordei cedo e lá fui 

a caminho de mais uma AVENTURA 


Estou a mais de 600kms da Capital

ao sair do autocarro vê-se perfeitamente 

que o dia amanhece 

e é no início do dia que os balões de ar quente 

sobrevoam alguns lugares 

Lá está um aqui por cima...


fazendo zoom 

consigo ver alguns pormenores 

do balão de ar quente



Olhando em redor 

descubro esta placa que identifica 

HIERÁPOLIS 

que foi construída durante o IMPÉRIO ROMANO 

no século II A.C. (antes de Cristo) 

e significava "Cidade sagrada" 

Hierapolis foi atingida por vários terramotos 

e hoje é possível visitar as suas ruínas  



Continuando a caminhar 

vislumbro espaços verdes de enquadramento, 

como se fosse um OÁSIS 

junto a bens culturais imóveis de interesse arqueológico 

e geológico. Há que preservar e divulgar os sítios arqueológicos, 

dando a conhecer um património 

que ainda é desconhecido de muitos!




Outra descoberta: 

uma porta bizantina, do início do século V





OK...no próximo artigo mostrarei PAMUKKALE

e, a minha aventura por lá!




Dedico este artigo de VIAGEM a TI

amigo(a) Leitor(a) pelo prazer da tua companhia

nesta minha aventura pela TURQUIA

HOJE, muito do que SOU

é ONDE EU ESTIVE

sábado, 29 de maio de 2021

NA ANATOLIA CENTRAL - KONYA - CENTRO DE PEREGRINAÇÃO

Nesta viagem à TURQUIA

NOVO DIA começou, 

para quem foi de madrugada fazer o passeio de balão 

começou às 5h da manhã, para mim começou às 7h 

e quando saía do edifício onde dormi, para o outro edifício 

onde ia tomar o pequeno-almoço foram estas 

as imagens que vi, ao longe, os balões no ar 

Não estariam muito longe do Hotel, 

mas fiquei sabendo que levantam num lugar 

e depois vão terminar, ou seja aterram num outro lugar 

mais distante onde está toda a estrutura montada 

para a chegada a terra!


ainda tentei na véspera convencer o Guia 

que gostaria de ir com o grupo que ia andar de balão, 

para fazer fotos da subida dos mesmos, mas...sem sucesso! 

Nestas coisas quem ganha é quem vai em casal 

soube depois de um casal que não quis pagar o preço 

que o Guia pediu e chamaram um táxi e foram por sua conta, 

ficou mais barato e um deles subiu no balão, 

mas o outro não subiu e fez fotos fantásticas

Lamento as pessoas não partilharem isso com os outros, 

pois eu teria contribuído para o preço do táxi 

teriamos ido os três e eu ficaria em baixo fazendo fotos, 

mas as pessoas nada dizem, só disseram depois o que fizeram!



Não fui porquê? 

Ora pois, são as tais "fobias" que não conseguimos ultrapassar

Sei que meti 150€ ao bolso, 

pois era esse o preço para cada pessoa

mas se eu tivesse conseguido... 

teria sido uma aventura fabulosa



depois do grupo chegar e ir tomar o pequeno-almoço 

partimos em direcção a KONYA

autocarro parou num lugar específico 

e fomos a pé até à MESQUITA

pelo caminho cruzei-me com este meio de transporte moderno



Mais um lugar credenciado pela UNESCO - ali está o símbolo

FUNDAÇÃO INTERNACIONAL MEVLÂNÂ


bem como a placa do horário do respectivo MUSEU

e, logo ali ao lado, está a MESQUITA

com todos os seus minaretes



Gosto de observar as pessoas de outras culturas 

preparando-se para o seu culto - conjunto de atitudes e ritos

pelos quais um grupo de fiéis adora ou venera uma divindade!

Vê-se o "sadirvan" em primeiro plano, 

onde lavam o rosto, mãos, braços, as orelhas e os pés.





Não foi a 1ª vez que vi inscrições em bancos públicos, 

acho que vi pela 1ª vez na IRLANDA e achei o máximo, 

depois disso fui encontrando em diversos países 

do Mundo, mas cá em Portugal não é habitual 

ver bancos públicos com inscrições



Já no interior da MESQUITA 

perco-me a olhar para as suas cúpulas 

sempre bem ornamentadas e decoradas

bem como para as janelas e as portas





espreitando...

um lugar de culto em que as senhoras 

têm que ter sempre a cabeça coberta


A MESQUITA tem um salão com 42 colunas 

e no pátio está o MAUSOLÉU onde estão várias tumbas

No interior do Mausoléu está também 

a tumba de MEVLANA 





existe também um RELICÁRIO 


e já no exterior uma imagem de um Dervixe, 

com os braços estendidos, enquanto a palma da mão direita 

se volta para o alto, captando as energias superiores, 

a palma da mão esquerda estará voltada para baixo, 

como que a transmitir a energia! 

Para recordação aqui estou eu 

fazendo o mesmo gesto que o Dervixe!



 

sábado, 20 de março de 2021

A “dança” dos DERVIXES rodopiantes - WHIRLING DERVIXES


A DANÇA dos DERVIXES RODOPIANTES 

era algo que eu tinha na ideia 

um dia, que fosse à TURQUIA ver "ao vivo" 

e assim fiz 

é realmente uma cerimónia única, 

pena as fotos não terem som!





Num outro país qualquer iriam proibir de fazer fotos, 

se assim fosse eu nem tinha ido, 

pois é um espectáculo "extra", pago à parte

mas o Guia que nos acompanhou, garantiu-me 

que se podia fazer fotos sem flash e assim foi

Aqui já no fim, agradecendo a nossa presença!



Aqui uma imagem da cidade de AVANOS



Aqui já em frente ao restaurante panorâmico onde iria almoçar, 

ainda dentro do autocarro, reparo nesta senhora que, 

sabendo de antemão que está para breve a chegada 

de turistas para almoçar, prepara a sua "banca de venda"

e fiz o click (tudo se faz para sobreviver)



Aqui a placa indicativa do restaurante 

bem como alguns pratos, a entrada com salada, 

uma sopa, prato principal e a cerveja típica







de seguida, fomos a um Centro de Artesanato 



o Guia que nos acompanhou 

vai mostrando passo a passo 

como começa a arte de pintar as obras




ver o senhor trabalhar o barro 

e uma das senhoras do grupo, (Brasileira) 

foi também experimentar




foi um privilégio poder captar a arte de mãos 

deste artesão a pintar o prato





algumas obras expostas para venda, 

pois é essa a finalidade da visita dos grupos de turistas, 

que comprem as suas obras de arte




os famosos "dervixes rodopiantes"



de volta ao Hotel para jantar, 

sabendo desde já quem eram as pessoas que depois 

do jantar queriam ir assistir ao espectáculo 

dos "dervixes rodopiantes" o jantar foi servido mais cedo 

para não nos atrasarmos...fomos apenas 8 senhoras, 

as 7 que estão na imagem e eu...!



sentada...esperava ansiosamente, 

cheia de curiosidade, olhando para esta porta 

que abrisse e dali viessem os tais "dervixes"