segunda-feira, 22 de outubro de 2018

PLOVDIV





No 3º dia pela BULGÁRIA após o pequeno-almoço 

partida de Sófia em direcção à segunda 

maior cidade búlgara - PLOVDIV 

Quem diria que um dia teria a oportunidade 

de visitar uma das cidades mais antigas da Europa? 

Pois é... Plovdiv é habitada há mais de 6000 anos!




Acontece nestas visitas chegarmos bem cedo, 

não se vê quase ninguém nas ruas 

e, cá estamos nós junto da HISSAR KAPIVA, 

a porta de acesso à cidade. 

Aqui vimos um conjunto arquitectónico único 

ao redor do portão oriental da muralha da antiga acrópole. 

Os restos da muralha aqui conservados fizeram parte 

de um complexo que chegou a ter 2.5kms de comprimento 

e foi construído pelos romanos e destruído 

pelos godos no ano de 251 d.C.






Aqui o exemplo de uma casa do século XIX, 

de estilo Renascimento Búlgaro, 

construída a pedido de um comerciante/alfaiate rico 

chamado Hadji Panayot Lampsha, passou pelas mãos de 

várias pessoas e acabou por cair nas mãos do comerciante 

de madeira Luka Balabanov, que acabou por dar 

nome à casa - Casa Balabanov. Funciona como museu.  







É engraçado que, a qualquer momento, acontecem estas situações; 

por vezes nas horas mais mortas andam a fazer 

rodagens de filmes e/ou cenas com modelos, 

foi o caso que encontrei nesta zona típica da cidade.

Percorrendo as ruelas ia encontrando 

placas indicativas de algo a destacar...






outra situação que não esperava, 

mas é isto mesmo que dá Vida às nossas visitas, 

encontrar este senhor tão concentrado a tocar uma espécie 

de cavaquinho e nós passamos por ele, 

ouvindo as explicações do nosso Guia. 




...era de ficar mesmo deslumbrada com a arquitectura 

e as pinturas nas casas de PLOVDIV...





Sempre subindo... chegamos ao cimo de uma das colinas 

com uma vista magnífica!  

Era conhecida como "Trimontim" - Cidade das três colinas 

e tornou-se capital da província de Trácia





Na descida voltamos a ver casas lindas

e um Hotel maravilhoso!






Era um deslumbre para os nossos olhos 

tudo o que íamos descobrindo, pinturas e murais fabulosos!






até que chegamos a uma zona vedada que descobrimos ser 

o Teatro romano do século II d.C., 

construído durante o império de Trajano e descoberto em 1972. 

Tinha capacidade para cerca de 7000 pessoas 

e é dos teatros romanos melhor conservados do Mundo.



(no próximo post 
mostrarei o resto da visita a Plovdiv)

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

TRADITIONAL BULGARIAN FOOD



   

À hora marcada saímos do Mosteiro 

para o autocarro e, fui captando imagens no exterior 

de placas que assinalam que este Mosteiro 

é Património Mundial da UNESCO







outra placa sobre o Parque natural 

que envolve o Mosteiro de Rila




...até dá gosto, olhar em volta e ver tudo muito verde




Chegamos a Sófia 

e fomos jantar a este restaurante típico






restaurante com Certificado de Excelência 

em diversos anos da sua actividade;

no alto da porta de entrada vê-se a inscrição 1866







A decoração do restaurante é lindíssima, 

com peças do artesanato búlgaro





entretanto, chegou o primeiro prato, uma salada





enquanto comíamos, 

um grupo do folclore típico, veio animar a refeição!






assim terminou este dia, 

amanhã outro lugar a visitar...

terça-feira, 18 de setembro de 2018

MOSTEIRO DE RILA




Ao contemplar a Natureza, fico sempre deslumbrada, 

inebriada, e nunca me canso de exaltar a sua beleza, 

a sua harmonia, a sua perfeição. 

Neste maravilhoso lugar, ia espreitando por entre as torres 

e via as montanhas em redor.





A estrutura mais antiga no local é a Torre de Chreles, 

construída por Chreles, em 1334 - 1335

A Torre de pedra tem 23 metros de altura e a base quadrada.

Há cinco andares, sem contar o porão, com uma Capela 

dedicada à transfiguração de Jesus no último andar.




Tudo muito bem tratado, as paredes bem pintadas 

e os jardins muito bem cuidados, 

pois o Mosteiro está habitado e tem pessoas 

responsáveis por cuidar do seu aspecto exterior, como interior; 

é um verdadeiro deleite para os olhos de qualquer visitante, 

reparar em dezenas de vasos em redor das varandas 

muito bem cuidados com flores bem coloridas!







A igreja principal do Mosteiro de Rila chama-se Igreja da Natividade

o seu interior é deslumbrante, seja os tectos como as paredes, 

com magníficas pinturas; Há muitos detalhes dourados, 

especialmente na iconóstase, aquele painel de madeira 

que separa o altar nas Igrejas ortodoxas.






O Mosteiro abriga 300 celas para os Monges. 

Estão distribuídas em prédios de 4 andares que ficam 

ao redor da igreja principal. Há também quartos 

para acomodar peregrinos e turistas.  

Existe uma cela em exposição para podermos ter uma ideia 

como é o seu interior, mostrarei nas 3 fotos seguintes.







É expressamente proibida 

a passagem aos pisos onde estão as celas!




Prestes a terminar a visita, a caminho da porta de saída, 

ainda vi esta lojinha de souvenirs.